Categorias: cabelos, Loiras Por Bia Munstein

Oi meninas!
Esses dias recebi um e-mail de uma leitora aqui do blog que achei que deveria publicar. No e-mail ela relata um acontecido com o cabelo dela e como ela conseguiu resolver, tudo com fotos! Acho que vocês vão gostar. Aplicaram nela uma tintura que deveria matizar os fios e que acabou deixando o cabelo roxo, imagina o desespero?!

E como sei que tem muitas meninas loiras na platéia fica até de dica/tutorial caso algum profissa faça caquinha no seu cabelo. Bora conferir a história da Heloísa?
—————————————————————————–

Oi Bia, tudo bem?
Sei que não tenho sido boa seguidora do blog, eu o vejo, mas não comento nenhum post e sei que isso no mundo cibernético é infame, feio e chega a ser uma gafe!!! Rs

Assim, pensando em me redimir com a minha blogueira preferida, aquela que me ajudou na escolha de diversos produtos que tenho hoje (não me arrependo da compra de nenhum!!) e das dicas maravilhosas, venho aqui compartilhar uma experiência com você.

Prepare-se para fortes emoções.

Na primeira foto estou eu, com raiz recém retocada,  linda e glamourosa para o réveillon! Na segunda o estrago estava feito e vou contar o que aconteceu pra vocês abaixo:

Três semanas depois de última tintura a raiz já estava bem visível e como eu quero me manter phyna, com esse loiro que é genético de espírito, lá fui eu retocar a raiz. Mas como eu estava achando o cabelo ainda muito dourado e tal conversei com a consultora de uma loja onde sempre compro a tintura, e ela me disse que para o meu cabelo o ideal era uma tinta que tivesse violeta na formulação. Como eu já usava uma tinta assim (a 11.21 da alfaparf – o número 2 é o pigmento violeta) e ela não estava dando conta, a consultora me indicou comprar o pigmento violeta a parte e misturar na tinta. Não podia ser azul pois o meu cabelo estava amarelado e azul+amarelo= verde. Ela me orientou e frisou bem que deveria ser apenas um PINGO, literalmente, do pigmento misturado a tinta. Como o meu cabelo estava meio manchado resolvi fazer a aplicação nessa loja mesmo, já que eles tem cabeleireiras lá para as clientes que compram as tintas e não querem aplicar em casa.

Bem, marquei  e  fui lá. Repassei as informações que a consultora me deu (infelizmente ela não pinta…) e fiquei folheando as revistas. Tinta passada no cabelo, espera de 1h e… BUM!!!

Meu mundo acabou. Cheguei a achar que iria ficar solteira. Meodeusssssss o que foi que essa mulher fez no meu cabelo???!!!! Então olhei para o tubinho de pigmento… Ela usou ¼ do tubo!!!  Eu queria quebrar tudo de tanta raiva que eu estava. Mantive a elegância, perguntei aonde aquilo era um cabelo loiro, levantei, fui embora.  A foto acima que vocês viram  é de 3 dias depois do ocorrido. A essa altura eu estava conseguindo sorrir. Um sorriso bem amarelo para contrastar com esse cabelo violeta-burro-quando-foge.

A cor poderia ter sido acertada lá no salãozinho mesmo. Mas aí teria que pintar de novo.  Até parece que depois de 1h com a tinta agindo eu ia ficar mais 40 minutos agredindo o meu cabelo. Ha-ha. Até parece. Na hora eu pensei no dekap color. Dois dias depois comprei o bendito.

Aqui são as fotos do meu cabelo violeta depois do desastre e antes de aplicar o Deckap.

O que é o DekapColor: é um produto que retira apenas os pigmentos artificiais do cabelo. Ele não descolore! Se o cabelo já tiver sido descolorido, ele vai deixar o cabelo com a cor da descoloração.
São dois componente que devem ser misturados na proporção 1:1 e devem ser deixados por, no máximo, 30 minutos, pois findo este tempo o produto não age mais.

Nas instruções de aplicação é dito para poupar a raiz. Como pode ser visto nas fotos, a raiz estava muito mais escura, muito mais violeta que o resto do cabelo. Assim, achei melhor passar o produto primeiro na raiz e depois no comprimento.

Gente, o produto é o milagre da química! Depois de ter passado ele na raiz (eu passei como se fosse tinta: da nuca para a testa) já dava para ver o roxinho indo embora da nuca! Gente eu estava felicidade só! Então tratei de passar no comprimento também, sempre pegando mechas finas e massageando o produto nelas – que nem tinta – para garantir uma passagem bem uniforme do produto nos cabelos e evitar manchas. Afinal, se uma parte tiver mais produto que outra, é lá onde o produto vai agir mais.

Aqui as fotos do durante e do cabelo depois do processo.

Deixei por 20 minutos. Lavei bem com shampoo, usei o Rigen da alfaparf para nutrir o cabelo e como leave-in usei  o Thermo Repair da linha Absolute repair da L’Oreal e sequei as madeixas.

Resultado:

Pode não parecer, mas eu estava radiante por dentro! Exausta por causa da rotina da facul e ainda abatida pelo choque do cabelo violeta, mas FELIZ DEMAIS!!!

O produto, de fato, resseca um pouco o cabelo. Notei assim que passei o shampoo, por isso usei o creme de nutrição da Alfaparf (que também hidrata um pouquinho) e o leave-in reconstrutor da L’Oreal. Assim garantia que devolveria ao meu cabelo todos os componentes necessários. Não deu outra. Meu cabelo estava sedoso, lindo, maravilhoso!!

O produto cumpre absolutamente tudo o que promete. Vem com um manual explicando o que ele faz e o que ele não faz. Só um contra: o cheiro. Um dos produtos tem um cheiro de pum de ovo que eu achei horrível, mas que depois de lavar melhora, quase não dá para perceber.
É isso Bia… um brevíssimo (rs) relato do que aconteceu… Espero ter ajudado!!!

Beijos, linda!

————————————————–
É isso aí, meninas! Eu mesma já recomendei o Deckap aqui no blog pra vocês mas ele é super sistemático, viu? Tem pessoas que ele age maravilhosamente e tem outras que não faz nem cócegas! Acho que é por isso que ele não ganhou  o mundo, porque realmente seria fantástico se funcionasse 100%.

Obrigada pelo post, Helô! Eu amei =)

Artigos Relacionados

Dayane

31 de janeiro de 2016 - 15:55

Oi, eu tinha o cabelo platinado e então fui retocar a raiz e meu cabelo acabou chumbando, então eu tingi todo meu cabelo de roxo, mas quero voltar para o platinado. Você pode me ajudar?

Bia Munstein

1 de fevereiro de 2016 - 8:38

ja tentou o deckap color?
bjos

Thamires

26 de agosto de 2015 - 22:31

Oie,linda
preciso de um help muito grande
descolori a raiz do meu cabelo e depois passei a tinta ai fui tentar usar matizadores otimos e sabe o que deu ? não pegou …. estou me segurando para não passar Dekap color e matizar com gloss 3D

Bia Munstein

27 de agosto de 2015 - 13:54

ixi flor não saberia te ajudar muito não, e não entendi bem, que tinta vc passou?

maria

12 de outubro de 2013 - 13:04

Heloisa me repassa q tinta e essa que vc usa ta linda

janaina

10 de julho de 2013 - 16:18

Passei por algo parecido a pouco tempo… Inventei de usar violeta genciana com condicionador em meio a uma viagem em campos do jordão…aff… O cabelo ficou com umas mechas roxas e fui dormir três horas da manhã tentando tirar… No outro dia eu nem curti direito o ultimo dia d viagem e ainda me atacou uma gastrite nervosa por causa disso…kkkkkkkkk… Fala sério neh.. No dia seguinte sonhei q estava com os cabelos castanhos escuros e era a pessoa mais feliz do mundo por que tinha acabado todos esses problemas de loura tingida….tô pensando seriamente em escurecer o cabelo da próxima vez q acontecer algo de errado com o meu loiro…kkkkkk… Bjuuuu

"Dedico o trabalho neste blog, assim como toda a minha vida, ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e Reina para todo o sempre. Amém!"