Categorias: Culinária Por Bia Munstein

Essa coisa de glúten ta se tornando tão comum, né gente? Dizem que uma grande parte da população tem alguma intolerância, mesmo que leve, ao glúten, e que ela pode se manifestar em alguma fase da vida. Infelizmente parece que a minha fase chegou…

Pra quem não sabe o glúten é uma proteína presente no trigo, cevada e aveia, então todo alimento que contenha alguma dessas substâncias, ou até mesmo traços dela, faz mal a quem é intolerante. Os sintomas são vários, porém o mais aparentes são diarreia, gases e dores abdominais.

Mas a intolerância vai além de uma simples dor de barriga, a pessoa que não pode consumir e consome deixa de absorver os nutrientes necessários e pode ter desde anemia até danos neurológicos, isso porque o organismo fica sensibilizado e mais defensivo do que deveria. Mais complicado do que parece…

Minha história começou em janeiro desde ano, não sei bem ao certo, mas foi quando comecei a perceber os sintomas que me incomodavam muito! Sempre que eu comia alguma coisa com glúten, especialmente pão, bolo e massas em geral, minha barriga inchava, tinha tandos gases (ai que vergonha rs) que poderia tomar um vidro de luftal que não resolvia! A barriga ficava dura e distendida, e claro que doía e incomodava bastante. Até pra dormir era ruim é chegava ao ponto de ficar com dificuldade de respirar.

Na realidade sinto tudo isso até hoje, é só consumir qualquer alimento a base de trigo.

Mas to contando isso pra vocês porque?

Porque aparentemente isso vai fazer parte da minha vida daqui em diante e quero começar a colocar minhas receitas sem glúten aqui no blog. A internet, graças a Deus, é bem variada e temos muitas opções de receitas pra quem é intolerante a glúten.

E até que to me virando bem! Só o pão que é um pouco mais difícil pra mim, mas tenho fé que ainda acho uma receita bacana. rs

Pra começar vou colocar aqui uma receita de torta salgada de liquidificador que eu e meu marido amamos! Fica super leve e gostosa.

 receita de torta salgada sem glutenReceita de Torta Salgada de liquidificador sem glúten

1 xícara  de farinha de arroz
1/2 xícara de polvilho azedo
1 colher de sopa de fermento em pó (pó royal)
1 xícara  de água
1 colher de chá de sal
1/2 colher de sopa de açúcar
1/2 xícara de óleo de milho (pode ser de soja)
3 ovos

Bate tudo no liquidificador, colocando o fermento por ultimo.

O recheio pode ser da sua preferencia! Nesse dia eu tinha frango cozido e desfiado na geladeira, aí só misturei com duas colheres de requeijão mais uma cebola picada e usei de recheio. No caso do recheio de frango ou carne só não deixe com molho pra não “abatumar” a massa. De próxima vez quero fazer com queijo, presunto e orégano pra ficar tipo uma pizza. 🙂

A montagem é assim:

Coloque metade da massa num refratário untado com óleo e farinha de arroz, depois ponha todo o recheio no meio e o restante da massa por cima. Aí se quiser pode polvilhar com queijo ralado, eu não tinha nesse dia.

Asse em temperatura alta por uns 40-50 minutos, dependendo do forno.

Fica uma delícia e não da gosto de fermento como quando a gente faz com trigo!

Esses ingredientes como farinha de arroz são encontrados no Mundo Verde e nesses casas de produtos mais naturais. Se quiser que a receita também seja sem lactose  é só não usar o requeijão.

 

Pra quem quiser outra receita maravilhosa sem glúten eu já ensinei o waffle de pão de queijo aqui. É meu café da manhã preferido! Alias preciso invetar opções pro meu amado “café colonial” hehe

 

*há um ótimo texto sobre intolerância ao glúten ou doença celíaca aqui.

Artigos Relacionados

Marcelle Medeiros

23 de agosto de 2014 - 16:09

@Bia Munstein, Oi Bia! Adorei conhecer seu blog e achei super interessante sua atitude de compartilhar conosco suas receitinhas. A doença Celíaca é uma alergia comum na população, e muitos não são diagnósticados. Se você não foi ao médico, vá! Essa doença traz sérios problemas pro seu intestino e pode facilitar o desenvolvimento de doenças graves se você não seguir à risca o tratamento, ok?! Espero que fique sabendo direitinho dos riscos que você corre se não se tratar e que consiga enfim aderir à dieta. Continue linda! Beijos

vivianne

5 de agosto de 2014 - 18:40

Tb como sem glútem, mas por opção e estou me sentindo ótima! Bia porque vc não experimenta trocar o pão pela tapioca hidratada? fica 10! beijão e adoro seu blog

Julia

2 de agosto de 2014 - 17:01

Adorei ler este post seu. Não que eu tenha ficado feliz por vc ter intolerancia a glúten..rsrs. Mas fiquei feliz em saber q não sou a unica e q, sim, isso esta cada vez mais comum, pq, sinceramente, eu me sentia um alien pois tenho todos esses sintomas há uns três anos. Bom saber que eu posso encontrar receitas e ter uma vida quase normal sem glúten.Estou começando a retirar da minha alimentação, e embreve quero ter tirado por completo, pois realmente me faz muito mal. Bjim e obgd

Bia Munstein

3 de agosto de 2014 - 8:27

@Julia, tira tudo logo flor, melhor do que comer é se sentir bem 🙂 eu eu já achei muitas receitas mara!! essa semana vamos ter uma aqui no blog 😉
Beijos

Lilian

1 de agosto de 2014 - 5:56

Oi Bia!
Nossa, tenho sentido o mesmo que vc quando como coisas com farinha, tenho me sentido muito mal. Vc foi ao médico, fez algum exame para descobrir?
Eu fui, fiz alguns exames, mas não sei bem analisar o resultado, vou retornar no médico essa semana.
Vou adorar se colocar receitar sem gluten que está fazendo pra vc.
Beijos

Bia Munstein

1 de agosto de 2014 - 7:52

@Lilian, eu fiz o teste de intolerância que comentei num acima, ele é recomendado por médicos: fiquei vários dias sem absolutamente nada de gluten e depois voltei a consumir. Na primeira fase os sintomas desapareceram por passe de mágica hehe e na segunda voltaram.
Beijos

Marilia Carvalhos

1 de agosto de 2014 - 5:00

Nossa Bia!!! A descrição dos seus sintomas são idênticos ao que eu sinto quase todos os dias… Será que eu também tenho essa tal intolerância à glúten? As vezes sinto tanto mal estar que deixo de sair de casa… Vc foi em algum médico para detectar esta intolerância?
Bjs!

Bia Munstein

1 de agosto de 2014 - 7:56

@Marilia Carvalhos, não fui flor, preciso ir ainda! Mas a primeira coisa que eles recomendam (na maioria das vezes) é a suspensão de tudo que tem gluten por pelo menos 15 dias (depende muito do grau de "intoxicação" que a pessoa tá) aí nota-se se os sintomas desaparecem. Depois a pessoa volta a comer e nota se eles voltam. Pra quem tem intolerância não fica dúvida, o efeito é muito perceptível! Não tem margam pra "eu acho" rs tira o sintoma para, come o sintoma volta.. Faça o teste!
Beijos

Maíra

30 de julho de 2014 - 19:31

Bia, adoro seu blog,é muito bem escrito, pego várias dicas suas e passo aqui todos os dias, mas tem uma coisa que me desanima a fazer comentários aqui, vc deixa muitos comentários sem responder, e isso vai desestimulando algumas leitoras, eu mesma já deixei vários que não foram respondidos…Imagino que seja complicado às vezes, mas frequento outros blogs onde as blogueiras respondem a todos os comentários, afinal é um trabalho! Pense nisso, adoro seu blog! Bjs

Bia Munstein

31 de julho de 2014 - 6:29

@Maíra, flor confesso que as vezes me perco sim! Tem os os comentários do blog, emails, redes sociais, é bem difícil! Mas vc tem razão.. Vou me esforçar mais. Sinto muito.
Um beijo

Maíra

1 de agosto de 2014 - 8:02

Que nada, foi só uma sugestão! rs
Obrigada pela atenção! Bjs

Juliana

30 de julho de 2014 - 19:02

Biaaa acho que você tem e "sorte" pois sou alérgica a leite que é mais complicado que a lactose, mais se fosse só o leite mesmo estaria até bom para minha situação, pois além do leite tem vários outros alimentos como peixe,clara do ovo,camarão, até algumas frutas também sou alérgica e ainda tenho alergia de contato como os parabenos que são terríveis pois tem em praticamente todos os cosméticos, no começo eu chorei muito, fiquei muito triste até por que eu sou muito novinha ainda (13 aninhos) sim sou uma leitora sua adolescente rsrs, quando tem aniversário das minha amigas fico sem animo de ir por não posso comer nada e se eu ver me dá tanta vontade, mais graças a deus meus pais tem condições de fazer tratamento e hoje tomo vacina para aumentar a defesa, os sintomas e muito coceira e racha demais hoje ta bem menos do que era mais ainda incomoda muito, mais em relação aos alimentos estou me adaptando ainda e se deus quiser mais pra frente eu possa dá umas escapada e comer um chocolate, hahaha.
Beijoooooos.

Bia Munstein

31 de julho de 2014 - 6:31

@Juliana, oh Ju, fica triste não! Vai dar tudo certo 🙂 muito bom saber que vc ta aí do outro lado da tela 🙂
Um beijo

Natalie Freitas

30 de julho de 2014 - 12:33

Bia, não sei se vc sabe, mas a aveia naturalmente não tem glúten na sua composição. O que acontece é que ela é processada nas mesmas máquinas que produzem trigo, centeio e cevada, e acaba tendo glúten por contaminação. É um pouco difícil achar, mas vc pode comprar aveia sem glúten..descobri isso esses dias!

beijo! adorei a receitinha! vou fazer depois!

Bia Munstein

30 de julho de 2014 - 12:34

@Natalie Freitas, eu descobri esses dias tbm rs mas foi bom ter falado pra enriquecer o post.
Beijos

Bia Munstein

30 de julho de 2014 - 12:32

@Halanna, oi amore, comente mais vezes!!
Boa sorte com a sua nova dieta! =)
Beijos

Halanna

30 de julho de 2014 - 13:08

@Bia Munstein, já consegui me adaptar bem. A pouco descobri um remédio em pó que tem pra vender na farmácia que possui a enzima digestiva da lactose, ai quando não há solução jogo ele por cima da comida 🙂 o nome é Lactosil, da apsen. Talvez haja um semelhante para intolerância ao glúten!
Aproveitando a deixa, fiz luzes recentemente e tenho usado a penetraitt, a matrix acqua imersion e a joico moisture recovery mas parece que a penetraitt não está fazendo grandes efeitos e com as outras duas os efeitos continuam maravilhosos. Será que pode indicar um reconstrutor mais forte ou só comprando e usando junto um acidificante já resolve?
E tipo escrevi uma carta hahaha sorry
Beijos e obrigada pela atenção

Bia Munstein

31 de julho de 2014 - 6:33

@Halanna, amore tem a Repair rescue e a fiberceutic junto com a ampola! São mais fortes que a Sebastian 🙂
Ahh quem dera tivesse essa enzima rs
Beijos

Bia Munstein

30 de julho de 2014 - 12:31

@Joyce, oi lindona, que bom que esta gostando da ideia rs
os ingredientes são diferentes mesmo! Não tem jeito rs eu já comprei os mais usados:
farinha de arroz
polvilho doce
maizena
fécula de batata
goma xantana

Todos vc acha no mundo verde/ via verde e no mercado.

Um beijo

Bia Munstein

30 de julho de 2014 - 12:29

@Aline T.K.M., fiz o mais simples, que é sempre o primeiro recomendado pelo médico: retira-se completamente o gluten por aproximadamente um mês e depois volta a introduzir.
Se quando retirado os sintomas somem e quando reintroduzidos voltam a aparecer a intolerância é dignosticada. Mas ainda tem outros exames -mais complexos- que determinam o quanto você é intolerante e se é celíaco mesmo. Esse ainda não fiz.
Beijos

Patricia

30 de julho de 2014 - 10:52

Bia, me desculpa mas ainda acho que é modinha, as pessoas nem consultam um especialista e já saem dizendo que tem intolerância a isso ou aquilo….

Bia Munstein

30 de julho de 2014 - 12:26

@Patricia, sua opinião…

juliana

30 de julho de 2014 - 10:10

Bia, boa tarde, agora a feelunique não envia mais o Uni One, para o Brasil, que raiva, você poderia me indicar um outro produto semelhante a ele , e que tem o mesmo efeito???

Obrigadooooo:)

Bia Munstein

30 de julho de 2014 - 12:27

@juliana, tem o Salvation que é bem parecido! tem resenha dele aqui no blog 😉
Beijos

Aline T.K.M.

30 de julho de 2014 - 9:14

Bia, que tipo de exame você fez para descobrir a intolerância? Tenho sintomas parecidos, e achei que fosse intolerância à lactose, mas fiz o exame e não deu nada…

Beijos!
Livro Lab

Joyce

30 de julho de 2014 - 7:00

Oi Biaaaaa!!!!
Que bom que você irá postar receitas sem glúten!!!! Eu necessito!!!! Mas as receitas que normalmente encontramos na internet sempre tem muitos ingredientes impossíveis de achar na minha cidade, o que dificulta muito. Gosto das suas receitas porque sempre são com ingredientes fáceis e práticos, que encontramos em qualquer mercadinho de bairro. Muito obrigada por salvar minha dieta!!!! Beijo!!!

Halanna

30 de julho de 2014 - 6:50

Ai Bia, sei bem como é isso! Há um ano descobri que tenho intolerância a lactose e sei como é ruim se adaptar a esse tipo de coisa, ainda mais depois de tanto tempo comendo de um tudo, mas para tudo dá-se um jeito!
Adoro teu blog, venho aqui todos os dias mas nem sempre da tempo de comentar hehehe
Beijossss

"Dedico o trabalho neste blog, assim como toda a minha vida, ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e Reina para todo o sempre. Amém!"