Categorias: cabelos, Leave in, Produtos Testados Por Bia Munstein

Resenha: Cicatri Renov Elseve Loreal

10 benefícios para um plástica capilar é a promessa da Elseve com o seu Cicatri Renov! Testei e vou contar pra vocês o que achei no post de hoje. 😉

Ele vem com 50ml numa embalagem pequena, tipo bisnaga e custa cerca de 12,90 em perfumarias, Lojas Americanas e casas de cosméticos. Caso você tenha dificuldade de encontrar tem aonline qui na Netfarma.

 

Confira a descrição do fabricante:

Leave-in de Tratamento Elseve Reparação Total 5+ Cicatri Renov 50mL é um leave-in reparador enriquecido com cicatri-ceramida, a fórmula penetra nas cutículas dos cabelos, repondo os nutrientes perdidos e reparando a fibra. Deixa seu cabelo renovado a qualquer hora e em qualquer lugar. É prático para levar na bolsa e usar sempre que seu cabelo precisar de um tratamento.

 

Resenha: Cicatri Renov Elseve LorealCicatri Renov Reparação Total 5 Elseve

ingredientes

Além da descrição a Loreal também apresenta 10 benefícios que o Cicatri Renov seria capaz de atender:

  1. Reparação instantânea que dura.
  2. Selagem das pontas.
  3. 100% mais brilho.
  4. Maciez profunda.
  5. Toque deslizante.
  6. Desembaraço imediato.
  7. 10X menos quebra.
  8. Anti-frizz.
  9. Anti-umidade.
  10. Proteção térmica enriquecida com cicatri-ceramida.

 

Modo de usar: ele é sem enxágue e a gente pode usar tanto no cabelo úmido, quanto no cabelo seco. Pode aplicar e deixar secar natural e também pode fazer escova/chapinha porque ele promete proteção térmica. No cabelo seco ele funciona disfarçando as pontas secas e os arrepiados do cabelo. É assim que tenho usado.

Resenha: Cicatri Renov Elseve Loreal Resenha: Cicatri Renov Elseve LorealTextura/aparência

O que eu achei: Vou começar pelo cheiro que esta bem gostosinho e fresco. Tudo que é finalizador ajuda perfumar o cabelo então ser cheiroso é um ponto positivo.

A textura dele eu diria que é um creme siliconado. Mas o que seria isso? É um creme que “some” quando você aplica no cabelo, ele não molha o fio, portanto não desmancha a escova e/ou chapinha.

Mas ele não some completamente, o cabelo fica um pouco mais lustroso, mas de um jeito bom, não brilho de gordura.

Eu testei usando ele como finalizador, no cabelo seco, para dar acabamento e também pra ajudar a assentar os fios nos dias seguintes a escova. Como se fosse um reparador de pontas. Gostei bastante do resultado que ele deixa no cabelo e também senti as pontas instantaneamente mais macias.

Vocês sabem que o produto que eu mais indico para aplicar nas pontas e tratar é o Selaed Ends da Schawrzkopf. Vi o Cicatri Renov como uma opção de perfumaria a ele, e acho que os benefícios com uso contínuo podem ser interessantes principalmente no quesito proteção.

 

Aprovado!

 

Onde encontrar: online tem aqui na Netfarma po 12,90.
Meu tipo de cabelo: seco com pontas ressecadas. Descolorido/com luzes e lavado/escovado duas vezes na semana. 

Artigos Relacionados

Categorias: cabelos, nutrição, Produtos Testados, Reconstrução Por Bia Munstein

lanza moi moi tamanu azul

Oi amores! Passaram bem o final de semana? Nossa resenha de toda segunda já esta no ar 🙂

Eu já tenho essa linha azul da L’anza há algum tempo, mas percebi que nunca tinha resenhado a linha toda junta. Na verdade nem me lembro se já tinha usado todos juntos, rs. Como também nunca tinha gravado vídeo e essa é a linha de mais destaque da marca achei que o post viria a calhar!

Eu tenho o kit completo com:

  • Shampoo Tamanu Cream
  • Máscara Moi Moi
  • Condicionador Kukui nut

-Tem todos aqui na Beleza na web para quem se interessar. A minha máscara é de embalagem bisnaga, mas é a mesma do pote.

Confere a descrição do fabricante:

L’Anza Healing Moisture recupera totalmente a hidratação no cabelo seco. Com Healing Moisture L’Anza seu cabelo fica macio, leve, maleável, sedoso e brilhante, sem quebra.

 

lanza moi moi tamanu azul Lanza Moi Moi

Ingredientes da máscara

Máscara Moi Moi L’anza

lanza moi moi tamanu azul lanza moi moi tamanu azulresultado no cabelo imediatamente após o uso de toda a linha

O que eu achei: O shampoo é sem sulfato e extremamente suave para uso diário. Contém extrato da Castanha Tamanu do Taiti, daí o nome Tamanu cream. A casca da planta Gugo na fórmula proporcionaria uma espuma rica e cremosa, segundo o fabricante, e realmente é verdade! Ele é muito hidratante e não resseca nada o cabelo. Fiquei de cara com a cremosidade da textura e a espuma densa.

O cabelo fica macio quando enxágua e ao mesmo tempo bem limpo, não senti o cabelo oleoso em nenhuma utilização. Amo esse shampoo!

O condicionador também é leve e serve para uso diário. Sua fórmula leva Castanha de Kukui do Havaí, que segundo a L’anza, proporciona hidratação e brilho, sem pesar. Eu só gosto dele usando com a máscara, sozinho confesso que não é dos meus preferidos…

A máscara Moi Moi da Lanza é um creme levemente verde e com umas bolinhas também verdes no meio. A textura é bem grossinha e o cheiro me lembrou a K. Pak da Joico. Aliás essa linha não é lá muito cheirosa… rs (mas também não cheira mal).

Ainda sobre a máscara ela pode ser deixada no cabelo de 5 a 30 minutos, dependendo do grau de dano do fio. Eu acho que 30 minutos fica melhor quando meu cabelo está muito seco. Potencializa o efeito!

Ela atua tanto na nutrição quanto na reconstrução, então fica meio difícil categorizar no cronograma. Eu realmente não saberia onde colocá-la! Ela tem vários óleos na fórmula, como podem ver na imagem dos ingredientes, mas também sinto reconstrução.

 

Pra quem quiser saber mais sobre os produtos gravei um vídeo resenha mostrando tudo de pertinho! Confira:

(caso o vídeo não abra clique aqui).


 Meu tipo de cabelo: seco com pontas ressecadas. Descolorido/com luzes e lavado/escovado duas vezes na semana. 

Artigos Relacionados

Categorias: cabelos, Loiras, Retoque de luzes Por Bia Munstein

Ontem no post do retoque das luzes prometi que hoje falaria do tratamento e da matização que fiz após o processo de descoloração.

Cumprindo a promessa cá está o post com todos os produtos que usei! Vou aproveitar pra tirar algumas dúvidas que vocês sempre tem sobre o processo de matização após as luzes.

Bora? Então vamos!

Retoque das luzes: tratamento e matizaçãoshampoo Silver Loreal e máscara Forza Colore Tec Italy

Assim que termino de enxaguar o descolorante o cabelo fica amarelo claro. Esse é o tom ideal! O cabelo nunca vai sair branco do descolorante, por isso é necessário matizar. Por outro lado o cabelo também não deve sair dourado, laranja ou amarelo gema de ovo, se o seu objetivo for um loiro claríssimo, porque a matização não vai clarear mais o cabelo, ela apenas anula o tom.  Por isso muita gente reclama de não conseguir um tom claro/platinado. O segredo esta na abertura do fio: Tem que deixar abrir bem!

Os produtos da foto foram os que usei dessa vez:

  • Shampoo Silver Loreal (que todo mundo sabe que é meu preferido) Tem online aqui.
  • e máscara matizadora Lumina da Tec Italy. (não achei online)

 

Eu gosto de matizar meu cabelo com shampoo ou máscara, não uso tonalizante porque acho que danifica mais -apesar do efeito de matização durar mais também-. Já fiz minha matização dos dois modos -com e sem química- e continuo preferindo shampoo ou máscara. Mas isso é pessoal.

 

Eu costumo usar somente o shampoo Silver, que também dá muito certo, porém dessa vez usei ele combinado com a máscara porque tinha um restinho dela e queria acabar.

Usando só o shampoo a gente retira o descolorante com água enxaguando beeeem, e aplica o shampoo matizador sem retirar a touca. Deixa agir 10 minutos e enxágua novamente. Aí como foi aplicado um shampoo, para retirar a touca é bom aplicar um condicionador antes para não quebrar os fios e aí sim retirar com cuidado.

Dessa vez eu optei por usar a máscara e assim dá pra pular a etapa do condicionador. Apliquei a máscara no lugar do shampoo -sem shampoo antes, só enxaguando-, deixei agir por 10 minutos e já retirei a touca com o cabelo bem emoliente do creme. Essa máscara da Tec Italy é SUPER pigmentada! Então ela pode deixar umas mechinhas de cor lilás no fio. Tem que ter atenção com ela e talvez até diluir em creme branco.

 

Retoque das luzes: tratamento e matização

O próximo passo, não importa se usou shampoo ou máscara, é lavar todo o cabelo e fazer o tratamento do fio.

Esses foram os produtos que usei:

shampoo e condicionador penetraitt sebastianshampoo e condicionador Penetraitt Sebastian

-Eu sou louca nessa duplinha! <3

Lavei todo o cabelo com o shampoo Penetraitt, para retirar a sujeira e oleosidade do cabelo, e na segunda lavagem usei o Silver da Loreal para igualar o tom (pra não ficar matizado só as luzes novas). Lavei todo cabelo com ele, mas deixei agindo uns minutos só nas pontas porque a raiz já havia sido matizada.

Depois do enxague foi hora do tratamento em si! E escolhi usar o Uso Obrigatório da Truss porque é um produto para usar entre o shampoo e o condicionador.

 

É um tratamento excelente, deixa o cabelo super sedoso e é reconstrutor! Ele tem Arginina, cisteína e creatina na fórmula -que são aminoácidos-, queratina vegetal  e ainda óleo de monoi do Taiti.

 

Você borrifa no cabelo após o shampoo, deixa agir por 5 minutos, enxágua e finaliza com o condicionador.

Recomendo muito esse produto porque é versátil e realmente funciona. É o melhor produto da Truss que já testei! O bom também é que você pode usar mais de uma vez na semana, no banho mesmo, durante a lavagem normal.

Tem dele pra vender online aqui. (ps: minha embalagem ainda é a antiga)

 

E foi assim que corrigi a cor e tratei o cabelo após o retoque das luzes! O cabelo ficou ótimo! Não sentiu nadinha. Nem com frizz eu fiquei. 🙂

 

Onde encontrar os produtos usados: todos os meus foram adquiridos pela internet. Deixei todos os links de onde encontrar cada produto ao longo do post, enquanto descrevia cada um.

 

Confira também o vídeo onde falo do retoque e mostro como ficou (caso não abra clique aqui):

 

 

Artigos Relacionados

Categorias: cabelos, Loiras, Retoque de luzes Por Bia Munstein

Já tem alguns dias que retoquei o topo das minhas luzes e hoje vou contar pra vocês sobre o procedimento! Fiz em casa mesmo…

Minha raiz já estava com uns 3 dedos desde o último retoque completo e estava me incomodando demais aquela divisão. Ao mesmo tempo eu não queria retocar o cabelo todo -coisa que pretendo fazer no fim do ano- achei que era um boa ideia retocar só o topo e somente a raiz.

Fiz na touca.

Minha raiz estava assim imediatamente antes do retoque.

E ficou assim imediatamente após o retoque.

O que eu usei:

O descolorante e a água oxigenada são os que uso sempre: Blonde Me Schwarzkopf. Uso a ox de 30 e o descolorante premium lift que abre até 9 tons. Eu já uso eles há anos e gosto muito do resultado! São produtos que abrem super bem o tom e também não danificam demais. São caros, mas eu não abro mão.

Outro item da marca que tenho usado é esse spray protetor pré-luzes (primeiro item da foto) que a gente aplica no cabelo seco antes de aplicar o descolorante, seca com secador, e aí sim começa a descoloração. Eu aplico ele depois dos fios já puxados na touca. Vou deixar um vídeo no final do post onde mostro como faço. Acho que ele realmente funciona e já fiquei muito apegada a ele também (sei que estou devendo resenha, mas ainda farei. rs). Chama pre-lift.

Como eu faço:

Puxo os buracos da touca com agulha de crochê 1.5mm (ela deixa as mechas mais grossinhas e algumas ficam mais marcadas. Use a 1.0 se gosta de luzes bem fininhas). Dessa vez puxei só o “topo”, só para disfarçar a raiz crescida. Aplico o protetor que falei acima e faço a mistura do descolorante + ox para aplicar.

Minha mistura é 1:2, uma medida de descolorante para 2 de ox. As duas de ox são um pouco menos cheias que a de descolorante -pra não ficar ralo- mas acho que só 1:1,5 fica duro demais. Eu deixo cremoso.

Uma coisa importante pra quem faz luzes em touca é não deixar ralo demais para a mistura não entrar nos furinhos da touca e manchar o cabelo. Uma coisa que sempre faço pra evitar isso é colocar uma touca  de plástico branco fininho por baixo da touca -de supermercado/padaria, mas toda branca- . Assim evita manchar, até mesmo se você não puxar todos os furos.

Minha touca que vocês veem na imagem é de silicone.

Resultado final:

Eu parti o cabelo no meio dessa vez para puxar as luzes e confesso que não gostei muito. Achei que as mechas ficaram mais intensas no meio do que na lateral, que é onde parto o cabelo no dia a dia. O que aconteceu foi que onde o cabelo realmente  aparece quase não dá pra ver que retoquei. 🙁

-Eu sempre faço com o cabelo partido na lateral, dessa vez quis variar e não funcionou, pelo menos não pra mim. Farei com o cabelo partido na lateral da próxima vez que é como sempre faço…

Como falei no ínicio apliquei o descolorante só na raiz! Quem faz retoque na touca sabe que a raiz não é só esses 3 dedos que a gente vê no antes, quando você puxa tem bem mais cabelo preto, então apliquei em quase um palmo mais ou menos, mas não puxei para as pontas. Deu diferença no tom, claro, mas assim que matizei igualou bastante e no cabelo “misturado” depois que tirou a touca o tom ficou bem igualado.

Falando em matização o post de amanhã vai ser sobre o que usei para matizar e o que usei para tratamento. Resolvi dividir porque esse já estava enorme e quero explicar umas coisas que vocês sempre tem dúvida.

Então não percam! 😉

Abaixo deixo o vídeo do último retoque completo que eu fiz e mostrei um pouco do processo (caso não abra clique aqui):

 

 

 

 

Artigos Relacionados

"Dedico o trabalho neste blog, assim como toda a minha vida ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e Reina para todo o sempre. Amém!"