Categorias: cabelos, nutrição, Produtos Testados Por Bia Munstein

No ar a tão esperada resenha da máscara Pimenta Rosa da Lola! Teremos a resenha em post e vídeo como de costume porque só essa embalagem linda já merece toda nossa atenção! <3

Já vou até confessar: escolhi por causa do potinho! hahah

Já que estou falando dele o pote é de um material super resistente, com tampa rosqueável que facilita a vida. Essas pimentinhas na tampa estão um loosho!

A máscara vem com 450gr e custa 49,90 aqui na Beleza na Web.

Ela faz parte da linha Drama Queen, que tem mais duas máscaras: a de coco para cabelos secos e descoloridos (me coçando por ela já, rs) e a Café verde para fios oleosos e mistos.

Confere a descrição do fabricante:

Máscara de tratamento para cabelos lisos, especialmente os rebeldes. Lola Cosmetics Drama Queen Pimenta Rosa alinha as cutículas e combate o frizz. Possui propriedades regeneradoras e emolientes que formam uma camada protetora no fio que sela a cutícula, de modo a eliminar o frizz e proporcionar maior brilho e maciez.

Resenha: Pimenta Rosa Lola Cosmetics Drama Queen | post e vídeoResenha: Pimenta Rosa Lola Cosmetics Drama Queen | post e vídeoingredientes

Resenha: Pimenta Rosa Lola Cosmetics Drama Queen | post e vídeomáscara pimenta rosa Lola | Drama Queen

Eu usei assim: comecei lavando o cabelo com meu shampoo hidratante da Schwarzkopf, retirei o excesso de água e no banho mesmo apliquei a máscara, praticamente da raiz as pontas, e deixei agindo por quase 10 minutos enquanto tomava meu banho. Enxaguei bem e sequei como de costume –minha escovinha básica-.

O cabelo ficou assim:

Resenha: Pimenta Rosa Lola Cosmetics Drama Queen | post e vídeoResenha: Pimenta Rosa Lola Cosmetics Drama Queen | post e vídeo

O que eu achei: vamos começar falando da qualidade desta máscara que tem vários ativos interessantes na composição, como pimenta rosa, cana de açúcar -que deixa o cabelo mais liso-, óleo de jojoba, óleo de oliva, entre outras coisas. Além disso não contém glúten, sulfatos, silicones insolúveis, parabenos, parafina, óleo mineral, etc. Liberadíssima!

Ela é indicada principalmente para cabelos lisos e ondulados, com frizz. Promete selar as cutículas, dar brilho e ajudar com o temido frizz, isso tudo sem pesar.

Meu cabelo não é liso natural, isso todo mundo sabe, mas eu escolhi a máscara pela sua promessa anti frizz que costuma funcionar bem pra mim.

A máscara em si é branca e tem consistência cremosa daquele tipo mais grosso, mas sem perder a “cremosidade”.

O que mais me surpreendeu nessa máscara foi seu poder de desembaraço dos fios, ela derrete cada nó do meu cabelo e consigo pentear tranquilamente depois do enxágue. Maravilhosa!

Ela é uma máscara leve, assim como a marca promete, e não pesa nada o cabelo, sendo mais indicada para fios sem muito ressecamento. Ela deixou meu cabelo bonito, tanto que meu marido até perguntou o que eu tinha feito no dia. Ficou um pouco mais liso, mas sem chapar, ainda tinha um volume bacana, porém senti falta de um pouco mais de hidratação nas pontas, já que elas são eternamente ressecadas pela descoloração.

No fim achei que ela é ótima no que se propõe: um tratamento para cabelos lisos, ondulados e até os finos e cacheados, desde que você não sofra com ressecamento. Ao meu ver ela vai do cabelo normal a oleoso e até normal a seco, variando só a quantidade aplicada e o tempo de ação.  Não é indicada para fios grossos e volumosos.

Tem ótimos ativos e preço bom!

Ah, a fragrância dela é muito marcante! Tem um fundinho de pimenta, é adocicada e com toque oriental. Consigo sentir um pouco de cheiro de chocolate também. É um cheiro bem “misterioso” e difícil de definir.

Onde encontrar: tem aqui na Beleza na Web.

Agora confere o vídeo (caso não abra clique aqui):

Artigos Relacionados

Categorias: batalha de produtos, cabelos Por Bia Munstein

Olha eu arrumando sarna pra me coçar e fazendo batalha de produtos! hahaa

Eu não só comparei os dois leave ins para cabelos rebeldes, de duas gigantes em produtos de cabelo, como apliquei os dois lado a lado pra ver quem vencia o desafio!

Os desafiados de hoje foram: Absolut Control creme multi controle Loreal x Smooth Perfect smoothing cream  Schwarzkopf.

No vídeo que estará “embebedado” no final do post (no Youtube aparece embedar quando a gente vai copiar o código, rs!) você vai ver o comparativo com um produto aplicado em cada metade do cabelo, mas vou deixar aqui um breve resumo pra quem não puder assistir:

Absolut Control da Loreal: deixa o cabelo mais macio, mais maleável e gostoso ao toque, além de desembaraçar melhor o cabelo. Ele vem com o dobro de quantidade o que faz com que seja mais barato. Minha escolha! <3

Smooth Perfect Smoothing balm Schwarzkopf: tem maior poder de alisamento e de controle de frizz. É tudo que ele tem de superior ao Absolut Control, e isso pode ser significativo caso seu cabelo seja muito difícil de alisar ou volte a ficar crespo logo após a escovação. Ele deixa mais liso e liso por mais tempo! Promete controlar o frizz por até 4 dias e realmente eu noto menos frizz no cabelo com ele. Aí vai de acordo com a sua necessidade. 😉

Onde encontrar? O Absolut Control você encontra aqui e o Smooth Perfect vende aqui.

Agora vamos ao vídeo? Caso ele não abra clique aqui.

Lembrando que já tivemos resenha dos dois aqui no blog! Fiz post completo sobre o Absolut Control aqui e post completo do Smooth Perfect aqui.

Bom final de semana! <3

Artigos Relacionados

Categorias: Pele Por Bia Munstein

Ontem nós tivemos uma longa conversa sobre como proteger a pele da Luz artificial ou visível, falei sobre filtros solares físicos e suas diferenças e hoje  vou deixar algumas dicas de protetores que realmente protegem contra a luz artificial, além de proteger da luz solar, que serio o básico.

 

Toda história começou quando descobri que tinha esse melasma bem no meio da minha testa e que muito provavelmente teria sido causado pela luz artificial.

 

Acho que a posição dele -bem no meio na testa, parte mais alta que seria a primeira ser atingida- o fato de eu trabalhar sobre muito luz artificial -computador, celular, iluminação para fotos- e de praticamente não tomar sol no rosto dão essa indicação.

 

Daí veio minha preocupação e pesquisa sobre como me proteger desse tipo de luz. Como falei no post de ontem a princípio não é todo protetor solar que protege contra luz artificial, afinal são luzes diferentes (se você perdeu o post clique aqui), mas após toda a explicação de como encontrar o protetor que realmente protege da luz visível eu resolvi deixar no post de hoje todos os protetores que tenho e tenho usado para me proteger.

 

1- Ensolei Antiacne Color: estou usando ele neste momento para fazer resenha pro blog. Ele já vem logo na embalagem dizendo que tem proteção UVA+UVB+ luz visível + infra vermelho. Legal, né? ele tem óxido de zinco e dióxido de titânio na fórmula, como falei ontem.

3- Ensolei Compact Color Profuse: é uma base com proteção solar alta: FPS 50 e que promete proteger contra a luz visível além do UVA e UVB. Eu lembro que na época perguntei ao pessoal da Profuse se ele protegia mesmo e se eu poderia usar somente ele, sem outro protetor por baixo, e a resposta foi que sim! Desde que a aplicação fosse uniforme e abundante (como todo protetor solar). Uso ele muito pra sair porque facilita a vida e a textura é ótima. Tem resenha completa dele aqui.

3- Skinceuticals Physial Defense: como o próprio nome diz ele é um protetor físico. Eu já fiz resenha dele aqui no blog e foi a ele que me apeguei quando descobri toda essa coisa de luz visível e protetor físico porque foi o que identifiquei de cara no meio dos outros. É um protetor super resistente, com toque aveludado estilo primer, e um pouquinho de cor para uniformizar a pele. Vende online aqui.

4-Anthelios Arlicuim com cor: ele não é um protetor físico, mas lembra que falei que o protetor com cor também protegia porque tinha a barreira física da cor? Então, esse da la Roche Posay e o da baixo da Loreal se encontram nessa categoria. Ainda estou testando ele para resenha também. Estou usando para sair porque a cobertura é ótima. Vende online aqui.

5- Solar Expertise Loreal com cor: mesma coisa que expliquei acima. Ele tem a barreira física da cor, apesar de não ser físico. Já facilita a vida saber que podemos ir por esse caminho. Ele também vende online, tem aqui.

6- Ideal Solei Vichy com ação antioxidante: aqui um parêntese bem grande! Ele não tem cor e nem é protetor físico, mas alguns dermatologistas sugerem que para proteger da luz artificial, e ainda mais da luz solar, basta usar um protetor aliado a um antioxidante, junto ou separado. Eu ainda me sinto mais segura com os físicos ou com cor, mas preciso perguntar a dermato mais sobre isso. Fiz resenha dele aqui.

7- Physical Fusion Skinceuticals: esse eu não tenho, por isso não está na foto, mas ele é um protetor físico incolor. É um protetor “comum” com o diferencial de ser físico, mas vi pessoas de pele oleosa reclamando do brilho, então deve ser mais adequado a peles secas e/ou muito sensíveis. Vende online aqui.

8- Photoplus Dermatos: novamente um protetor físico incolor, que também não tenho. Vende online e tem mais infos sobre ele aqui.

 

Aqui na Época Cosméticos tem como filtrar os protetores como físicos, químicos e tem também os que são os dois juntos, físico e químico. Nessa categoria tem vários que tenho aqui em casa, como o Normalize Adatina que amo, mas nenhum deles fala nada sobre luz artificial, então ainda estou na dúvida até porque não consegui ver os ingredientes.

 

Se alguém tiver dicas de protetor solar físico é só deixar nos comentários! 🙂

 

Artigos Relacionados

"Dedico o trabalho neste blog, assim como toda a minha vida, ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e Reina para todo o sempre. Amém!"