Categorias: Maquiagem, Produtos Testados, Sobrancelhas Por Bia Munstein

Resenha: lápis delineador de sobrancelhas universal Tracta

Tempo que não atualizo vocês da minha micropigmentação nas sobrancelhas, né? Vou aproveitar o post de hoje sobre o lápis da Tracta pra falar um pouquinho, além de mostrar o efeito que ele dá.

Bom, pra quem não sabe há quase dois anos eu fiz micropigmentação nas sobrancelhas e contei tudo neste post aqui. Na época eu contei que ameeeei e que foi um divisor de águas pra mim.

E hoje, quase dois anos depois, ela esta bem clarinha, mas o desenho ainda está lá! Então o que eu faço é só preencher com lápis ou sombra por cima. Ou seja, mesmo dois anos depois ela ainda facilita a minha vida.

Sobre o retoque já marquei de fazer umas duas vezes e desisti… Em parte porque ando gostando dela assim mais clara. Mas já decidi retocar e vou querer mais clarinha dessa vez (ela fez no tom exato da minha sobrancelha, o que é o certo, mas como eu tinha pouco pêlo e depois da micro fica com mais “quantidade”, acaba ficando mais escuro no contexto geral).

Voltando ao lápis…

Resenha: lápis delineador de sobrancelhas universal Tractalápis de sobrancelha cor universal Tracta

Resenha: lápis delineador de sobrancelhas universal TractaAntes e depois do lápis

Mesmo com a micropigmentação nova eu sempre usei lápis para deixar ainda mais harmônico. Talvez fosse por costume, mas achava estranho me maquiar e deixar a sobrancelha sem nada. Eu já usei muita sombra, mas confesso que acho o lápis mais fácil e prático de aplicar.

Aqui um segredo: o lápis deve estar sempre apontado! Se não o acabamento não fica bom.

O que eu achei: Esse lápis de sobrancelha da Tracta tem uma cor universal, que é mais para o acinzentado, com leves partículas de brilho. Acho que quem tem sobrancelha muito escura pode não se adaptar… Mas é bem próximo a cor que costumo usar e acho que combina bem com cabelo loiro!

Uma coisa que notei nele, diferente da maioria que já testei, é que ele é mais macio e essa é inclusive uma das promessas da marca. O bom é que deposita mais produto, cobre melhor as falhas e ainda faz o efeito cera de dar uma grudadinha nos pelos. Por outro lado não tem uma aplicação tãão precisa, ficando um visual mais esfumado. Eu prefiro lápis um pouco mais “seco” e durinho, que faz um risco mais sequinho e mais contornado, sabe? Porém acho que isso pode ser pessoal.

Na aparência geral ele cumpre seu trabalho de preencher bem as falhas e dura um bom tempo no lugar. Também tem esse pequeno pincel na tampa que ajuda esfumar e pentear depois da aplicação.

 

Onde encontrar: tem aqui na Época Cosméticos.

 

Artigos Relacionados

Categorias: Maquiagem, Pele, Produtos Testados Por Bia Munstein

Resenha: Anthelios Arlicium com cor clara Lá Roche Posay

Conforme prometido no post sobre protetores que de fato protegem contra luz artificial além da solar, hoje teremos resenha do lançamento da La Roche Posay: Anthelios Arlicium FPS 70 com 3 opções de cores.

Esse protetor super famoso da La Roche Posay, por ser sequinho é ideal para peles oleosas. Já tinha uma opção com cor, mas que não se adequava a todos os tons de pele. Agora a marca lançou 3 versões: pele clara -que é a mesma da antiga versão “com cor”, pele morena e pele morena +.

Eu estou usando a clara e vou contar pra vocês o que achei. Tem dele aqui na Época Cosméticos.

Descrição do fabricante:

O protetor solar com cor Anthelios Airlicium FPS 70 de La Roche-Posay é indicado para pele oleosa ou acneica, sensível ao sol. Possui textura gel-creme com cor, toque limpo, leve e de rápida absorção. A pele é protegida e todas as causas do brilho (oleosidade e umidade) são controladas, proporcionando uma sensação de pele limpa e fresca durante todo o dia.

Com alta proteção, possui micropartículas matificadoras encapsuladas com 99% de ar, assim, não pesa sobre a pele, oferecendo um controle perfeito do brilho toda vez que a pele produz oleosidade ou umidade.

 

Resenha: Anthelios Arlicium com cor clara Lá Roche Posay Resenha: Anthelios Arlicium com cor clara Lá Roche Posayamostra de tom: pele clara, pele morena e pele morena+

Resenha: Anthelios Arlicium com cor clara Lá Roche Posay

Eu uso assim: no rosto limpo, com um hidratante leve por baixo (de dia uso esse da vichy), aplico o protetor em todo rosto. As vezes aplico com os dedos, mas é a forma que menos gosto. Prefiro usar com pincel de base topo reto e já apliquei até com esponjinha umedecida, que é como fica mais natural, mas confesso que dessa última forma fico com medo de perder um pouco a eficácia.

Resenha: Anthelios Arlicium com cor clara Lá Roche Posaypele limpa | com Anthelios Arlicium cor clara aplicado

Resenha: Anthelios Arlicium com cor clara Lá Roche PosayAnthelios Arlicuim cor clara + maquiagem completa (sem pó)

O que eu achei: eu já testei e resenhei aqui no blog o Anthélios Arlicuim sem cor, que é com certeza um dos melhores protetores para pele oleosa, e já adianto que ele é mais seco que a versão com cor. Mas creio que isso já era de se esperar, certo? E não quer dizer que o com cor seja oleoso… acompanhe!

Ele tem cheiro agradável, espalha bem, e é um pouco mais grosso que uma base. Então o modo que fica mais natural é aplicar com pincel falt top, como fiz nas fotos.

A cobertura é ótima, mas a pele não fica tão lisinha.

 

Ainda considero que a aparência da pele fica mais bacana aplicando o protetor sem cor + um BB cream por cima.

 

A vantagem que vejo no protetor com cor é a praticidade de aplicar um só produto e até mesmo a economia de comprar um só. Mas eu acho a textura mais grossa e o acabamento mais “acetinado” que a versão sem cor. Ele também segura a oleosidade por menos tempo.

 

Eu até comparei aplicar o Anthelios Arlicuim sem cor + BB Cream Loreal num dia e somente o Anthelios Arlicuim com cor no outro. A primeira opção se manteve sem oleosidade por mais tempo e com aparência mais natural.

 

Então não é que ele seja ruim, entre os protetores com cor deve ser um dos melhores, mas eu ainda sou do time protetor sem cor + maquiagem.

Ah, fiz o teste do lencinho e ele praticamente não transfere, assim como prometido pela marca.

 

Alguém mais já testou?

 

Onde encontrar: tem aqui a versão sem cor e aqui a versão com cor.

 

*minha pele é oleosa.

 

Artigos Relacionados

Categorias: cabelos, Leave in, Produtos Testados Por Bia Munstein

No ar a resenha desse maravilhoso!

A leave in da famosa linha anti frizz da Redken ganhou meu coração desde a primeira vez! No post de hoje vou contar tudo que achei e o resultado que ele deu no meu cabelo.

Ele vem nessa embalagem grandona de bisnaga e custa cerca de 140 reais (na promo) aqui na Beleza na Web.

Eu comprei na Look Fantastic, mas não vou recomendar porque apesar de mais barato ele demorou 4 meses para chegar. Pensei até que tivesse perdido… Prefiro parcelar o valor e receber logo, hehe.

Confere a descrição segundo o fabricante:

Redken Frizz Dismiss Rebel Tame FPF40 é um creme para pentear, para cabelos grossos que protege da umidade e combate o frizz. Ele nutre e condiciona os fios, deixando-os fáceis de desembaraçar. Possui proteção térmica de até 230°C. Ele é o melhor aliado para desembaraçar o cabelo com facilidade, proteger do calor e ainda disciplinar!

 

Resenha: Frizz Dismiss Redken leave in FPF 40 | post e vídeo Resenha: Frizz Dismiss Redken leave in FPF 40 | post e vídeo Resenha: Frizz Dismiss Redken leave in FPF 40 | post e vídeoRedken Frizz Dismiss Rebel Tame FPF 40

Modo de usar: ele é um produto sem enxágue para aplicar no cabelo úmido, antes de fazer escova, chapinha ou até mesmo deixar secar natural. Ele tem proteção térmica até 230ºC. Eu uso o equivalente a duas ervilhas, em cada metade do cabelo.

Resenha: Frizz Dismiss Redken leave in FPF 40 | post e vídeo Resenha: Frizz Dismiss Redken leave in FPF 40 | post e vídeocombo: leave in + máscara

O que eu achei: melhor leave in da vida! Como vocês podem ver nas fotos eu usei ele junto com a máscara Frizz Dismiss nesse dia das fotos e do vídeo. Mas também já usei ele diversas vezes, com vários produtos diferentes, e ele sempre “abrilhanta” o resultado final.

Lembram quando testei a máscara? Nessa época eu não tinha o leave in ainda… falei sobre isso no vídeo, mas basicamente a máscara é ideal para todo tipo de cabelo, e você adequa a potência da hidratação no leave in, que tem fator 10, 20, 30 e 40.

O meu é o 40 porque sou hard core, rs! Ele é indicado para fios com mais frizz, secos a ressecados, mas não se preocupe que ele não pesa com facilidade. Quanto mais alto o fator, mais alta a “potência” de hidratação e proteção contra o frizz. Obviamente um cabelo oleoso e com frizz, vai usar o 10 e assim por diante.

Muito sabidinha essa Redken!

Então resumindo: a máscara serve para todo tipo de cabelo, e o leave in tem graduação que vai do 10 -mais leve- ao 40 -mais pesado-.

Mas é bom mesmo? Não posso falar sobre os demais, mas esse 40 é incrível! Melhor leave in pro meu cabelo até hoje e já vou ter que mudar todo meu esquema de preferidos por causa dele, rs.

A máscara junto com o leave in também ficou excelente! Mas caso seu cabelo seja seco ou ressecado só recomendo comprar a máscara se for adquirir o leave in junto (é uma máscara leve).

O cabelo ficou lindamente alinhado, mas sem perder o balanço e a maciez. Muito brilho e sedosidade deram o toque final!

Amando perdidamente! <3

 

Onde encontrar? tem aqui na Beleza na Web.

 

Abaixo deixo o vídeo com tudo em movimento (eu achei que o cabelo ficou mais bacana no vídeo do que nas fotos) Caso não abra clique aqui.

 

Agora quero o shampoo, que além de tudo é sem sulfato. 😉

Artigos Relacionados

"Dedico o trabalho neste blog, assim como toda a minha vida, ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e Reina para todo o sempre. Amém!"