Categorias: cabelos, Loiras, Reconstrução, Retoque de luzes Por Bia Munstein

Como prometi hoje vou explicar tudo que fiz para ter aquele resultado de cor e tratamento que mostrei ontem!

Bora?

Começando pela cor!

Assim que retirei o descolorante, somente com bastante água, eu apliquei o shampoo Grey da Loreal e deixei agindo por 10 minutos. Tem dele aqui na Beleza na Web. Ele e o Silver, também da Loreal, são meus favoritos há anos e dão o mesmo efeito.  O meu Silver é  aqui da Beleza na Web,  mas no momento está mais barato aqui na Empório Charme.

Eu vou intercalando os dois pra nenhum acabar primeiro, rs.

Eu também usei o mesmo shampoo na lavagem total do cabelo depois do tratamento, então ele foi utilizado uma vez só no cabelo descolorido e mais uma vez no cabelo todo.

 

Agora vamos falar do tratamento:

Como comentei ontem a coisa ficou meio complicada porque descolori o cabelo praticamente todo e umas partes que já estavam bem fraquinhas ficaram elásticas…

Eu não me desesperei e parti para ação. Assim que tirei o shampoo matizador, com cabelo ainda na touca, decidi fazer um CPR da Senscience só naquela parte descolorida, que era onde estava o dano.

-O CPR é um reparador de porosidade. Se você não sabe como aplica o CPR tem post completíssimo dele aqui.

Eu tenho o CPR de litro, por isso eu usei sem dó, mas acho desperdício usar uma unidose só para isso, então você poderia ter usado qualquer máscara reconstrutora que tivesse em casa.

Outra coisa bacana a ser feita nesse caso seria passar um acidificante no lugar da máscara porque acidificar/baixar muito ph do cabelo, é uma das melhores coisas para cabelos elásticos.

O certo é que de todo jeito tem que passar algum creme depois do shampoo e antes de tirar a touca, então já aproveitei para começar a tratar.

A gente vai lavar depois, eu sei, mas de toda forma ajuda! Pode confiar 😉

Então retirei a touca ainda com o passo 2 do CPR no cabelo e parti para lavagem completa dos fios.

O que usei na primeira lavagem, após retirar a touca:

A linha que escolhi usar foi a All Soft da Redken, que é uma linha simplesmente maravilhosa, que atua na hidratação profunda do cabelo e levemente na reconstrução. Mas o cabelo não precisa de muita reconstrução nessa hora? Sim, mas eu queria fazer uma espécie de cauterização no final, então não podia abusar.

-Minha linha All Soft é daqui da Empório Charme.

Lavei uma vez com shampoo All Soft, outra vez com shampoo matizador que falei no início, depois de enxaguar bem apliquei a máscara All Soft, deixei agir por 10 minutos e enxaguei bem.

No cabelo enxuto com a toalha eu comecei a “cauterização”, entre aspas porque não usei chapinha. Fiz aplicando o Ciment Thermic da Kerastase, mecha a mecha, conforme ia escovando. Podia ter passado a chapinha se quisesse, ele é ideal para isso. Realmente forma uma “cola” no cabelo, cimentando os fios, daí o nome. O meu é daqui.

Outro leave in que você pode usar para fazer exatamente a mesma coisa e que é muito mais barato é a queratina em Gel da Charis, que usei no último retoque completo. Tem dela aqui.

 

E assim consegui recuperar a parte elástica do cabelo praticamente toda já na primeira vez! <3

-em tempo: todos os produtos citados já tiveram resenha aqui no blog, então se quiser saber mais é só colocar o nome (ou uma parte dele) na busca. Exemplo: se você quer buscar “ciment Thermique” coloque só “ciment”

Clicando na tag “retoque de luzes“, você navega pelos retoques anteriores, vendo tudo que foi feito e produtos que foram usados. É incrível como cada retoque eu tenho um resultado totalmente diferente, rs.

 

 

Artigos Relacionados

Categorias: cabelos, Produtos Testados, Reconstrução Por Bia Munstein

Resenha: linha Sol do Rio Cadiveu
Olá pessoal! Passaram bem o final de semana? Espero que sim 🙂 A resenha de hoje é desse lançamento da Cadiveu que é a linha Sol do Rio. Além do texto e das fotos também teremos o vídeo da linha no final do post.

A linha tem shampoo, condicionador, máscara -que também pode ser usada como leave in- e spray texturizador. Eu testei o shampoo e a máscara e vim contar pra vocês o que achei! Tem toda linha aqui na Beleza na Web.

Descrição do fabricante:

Cadiveu Professional Sol do Rio foi pensada nos cabelos danificados e sem vida que precisam de reconstrução, maciez e brilho. Fórmula com aminoácidos e água de coco que renovam a saúde dos fios com proteção UV.

 

Resenha: linha Sol do Rio Cadiveulinha Sol do Rio Cadiveu

Resenha: linha Sol do Rio Cadiveushampoo Sol do Rio Cadiveu

Resenha: linha Sol do Rio Cadiveumáscara Sol do Rio Cadiveu

Resenha: linha Sol do Rio Cadiveuingredientes da máscara

Eu usei assim: lavei o cabelo duas vezes com o shampoo, retirei o excesso de água com as mãos e apliquei a máscara em todo cabelo, evitando a raiz. Deixei agir 5 minutos como recomenda o fabricante e enxaguei bem. Como a máscara também serve como leave in apliquei mais um pouquinho -uma ervilha- em todo cabelo e sequei como de costume. Resenha: linha Sol do Rio Cadiveu Resenha: linha Sol do Rio Cadiveu
O que eu achei: Começando pelo shampoo ele é totalmente transparente, o que é ótimo! Ele é muito suave e não faz muita espuma. Eu até achei que poderia não ter lavado bem, mas não ficou com nenhuma parte oleosa depois de seco (também não ficou aquele brilho). Apesar de na embalagem dizer ser indicado para todo tipo de cabelo acho que funciona melhor com os secos, ressecados e fragilizados, uma vez que, ele não é muito detergente.
Ah! Ele é super cheiroso!

A máscara como falei acima pode ser usada com e sem enxágue. Bem versátil para levar para a praia. Falando em praia a linha tem proteção UV, sendo mais uma vez indicada pra isso. Ela tem emoliência média, não derrete o cabelo, mas ajuda desembaraçar. Deixa o cabelo bem macio logo que enxágua. Aliás deixei o cabelo secar um pouco ao natural antes de escovar e já senti ele super macio! Então deve funcionar bem em cabelos cacheados também.

Conforme fui escovando as mechas de baixo que são menos ressecadas, ficaram super macias, as de cima, que são mais “carentes” ficaram um pouco menos macias e um pouco mais encorpadas/grossas. Senti o cabelo mais encorpado, típico de uma reconstrução ou reposição de proteínas como a marca promete. Falando na função leave in da máscara deve-se aplicar bem pouca quantidade porque é muito concentrado, então pode pesar o cabelo e ir encorpando cada vez mais o fio.

A linha realmente trata o cabelo, mas falando da parte estética eu achei que o cabelo quase não brilhou e também não ficou sedoso e soltinho, sabe? Talvez um cabelo com mais danos e mais ressecado absorva melhor os ativos.

Por falar neles a linha tem ótimos ativos como pantenol, óleo de coco, queratina, e não tem sulfatos, silicone, petrolato e parabenos. É uma linha de qualidade indicada para cabelos danificados, sensibilizados e ressecados.

Uma reconstrução nutritiva.

Onde encontrar: tem toda a linha aqui na Beleza na Web.

Agora confere o vídeo resenha (se não abrir clique aqui):

Artigos Relacionados

Categorias: cabelos, nutrição, Produtos Testados, Reconstrução Por Bia Munstein

Como prometido está no ar o post resenha dos produtos que usei no cabelo para tratamento no dia do corte! 🙂

-o post do corte está aqui.

Como veem nas fotos usei a linha Reconstruct Pro Fiber da Loreal. Aquela que ficou bem famosa quando lançou porque tinha opção de 3 versões diferentes, uma para cada situação de dano no cabelo.

 

Na época eu fiquei devendo a resenha do condicionador, então aproveitei que usei ele e o shampoo para resenhar.

condicionador Pro Fiber Reconstruct

shampoo Pro Fiber Reconstruct

Essa linha que eu tenho é a mais potente vamos dizer assim, é para o grau mais alto de dano capilar. Ela tem uma proposta bem focada na reconstrução, como o nome sugere, porém eu acho uma linha super nutritiva, a ponto de deixar o cabelo oleoso se ele não for bem seco ou ressecado.

O shampoo é muito leve e gostoso de aplicar, super hidratante mesmo! Ao fim da lavagem nem parece que foi aplicado um shampoo. Ele não trava o cabelo! Mesmo assim você sente a raiz sedosa e soltinha.

O condicionador não fica atrás e também é muito poderoso! Achei parecidíssimo com a máscara, inclusive não deixou nada a dever.

Como falei é uma linha nutritiva bem potente e ela deixa meu cabelo incrível! Fica muito macio e com cara de tratado (minha irmã até perguntou o que eu tinha feito no cabelo quando usei porque estava visivelmente mais macio). Minha única ressalva é com quem tenha raiz oleosa porque vai pesar com certeza, agora se seu cabelo é seco da raiz as pontas pode se jogar que é satisfação certa. Se tiver a raiz oleosa e pontas criticamente ressecadas pode apostar somente no condicionador e usar junto com seu shampoo para cabelo oleoso que dará certo!

 

Linha MEGA boa da Loreal!

 

Onde encontrar: meus produtos são aqui da Empório Charme, que sim é uma loja de confiança 🙂

 

Artigos Relacionados

Categorias: cabelos, nutrição, Produtos Testados, Reconstrução Por Bia Munstein

lanza moi moi tamanu azul

Oi amores! Passaram bem o final de semana? Nossa resenha de toda segunda já esta no ar 🙂

Eu já tenho essa linha azul da L’anza há algum tempo, mas percebi que nunca tinha resenhado a linha toda junta. Na verdade nem me lembro se já tinha usado todos juntos, rs. Como também nunca tinha gravado vídeo e essa é a linha de mais destaque da marca achei que o post viria a calhar!

Eu tenho o kit completo com:

  • Shampoo Tamanu Cream
  • Máscara Moi Moi
  • Condicionador Kukui nut

-Tem todos aqui na Beleza na web para quem se interessar. A minha máscara é de embalagem bisnaga, mas é a mesma do pote.

Confere a descrição do fabricante:

L’Anza Healing Moisture recupera totalmente a hidratação no cabelo seco. Com Healing Moisture L’Anza seu cabelo fica macio, leve, maleável, sedoso e brilhante, sem quebra.

 

lanza moi moi tamanu azul Lanza Moi Moi

Ingredientes da máscara

Máscara Moi Moi L’anza

lanza moi moi tamanu azul lanza moi moi tamanu azulresultado no cabelo imediatamente após o uso de toda a linha

O que eu achei: O shampoo é sem sulfato e extremamente suave para uso diário. Contém extrato da Castanha Tamanu do Taiti, daí o nome Tamanu cream. A casca da planta Gugo na fórmula proporcionaria uma espuma rica e cremosa, segundo o fabricante, e realmente é verdade! Ele é muito hidratante e não resseca nada o cabelo. Fiquei de cara com a cremosidade da textura e a espuma densa.

O cabelo fica macio quando enxágua e ao mesmo tempo bem limpo, não senti o cabelo oleoso em nenhuma utilização. Amo esse shampoo!

O condicionador também é leve e serve para uso diário. Sua fórmula leva Castanha de Kukui do Havaí, que segundo a L’anza, proporciona hidratação e brilho, sem pesar. Eu só gosto dele usando com a máscara, sozinho confesso que não é dos meus preferidos…

A máscara Moi Moi da Lanza é um creme levemente verde e com umas bolinhas também verdes no meio. A textura é bem grossinha e o cheiro me lembrou a K. Pak da Joico. Aliás essa linha não é lá muito cheirosa… rs (mas também não cheira mal).

Ainda sobre a máscara ela pode ser deixada no cabelo de 5 a 30 minutos, dependendo do grau de dano do fio. Eu acho que 30 minutos fica melhor quando meu cabelo está muito seco. Potencializa o efeito!

Ela atua tanto na nutrição quanto na reconstrução, então fica meio difícil categorizar no cronograma. Eu realmente não saberia onde colocá-la! Ela tem vários óleos na fórmula, como podem ver na imagem dos ingredientes, mas também sinto reconstrução.

 

Pra quem quiser saber mais sobre os produtos gravei um vídeo resenha mostrando tudo de pertinho! Confira:

(caso o vídeo não abra clique aqui).


 Meu tipo de cabelo: seco com pontas ressecadas. Descolorido/com luzes e lavado/escovado duas vezes na semana. 

Artigos Relacionados

"Dedico o trabalho neste blog, assim como toda a minha vida ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e Reina para todo o sempre. Amém!"