Categorias: Culinária, Sem gluten Por Bia Munstein

Pão caseiro sem glúten Nutri Pleno/ na cozinha

Oi amores!

Como comentei com vocês em um dos últimos vídeos de recebidos pretendo colocar em prática uma função que penso que pode ajudar bastante os intolerantes a glúten como eu.

Sendo o pão uma das nossas maiores dificuldades resolvi postar minhas impressões sobre receitas sem glúten e preparos destinados ao nosso bom e velho pão caseiro. -obviamente na versão sem glúten-.

Quem não está familiarizado com a questão pode não fazer ideia do que estou falando, mas quem é intolerante a glúten sabe que achar um pão saboroso, macio e fofinho é das tarefas mais difíceis! Isso porque todas essas características que acabei de citar ficam a cargo do glúten -proteína encontrada no trigo-. É ele que da elasticidiade a massa entre outras coisas.

Enfim, introdução feita é hora de falarmos do preparo de hoje!

A receita que fiz foi o preparo para pão caseiro tradicional sem glúten da marca NutriPleno, que veio na minha caixa da Bom Sem glúten.

Pão caseiro sem glúten Nutri Pleno/ na cozinha Pão caseiro sem glúten Nutri Pleno/ na cozinha

-A Nutripleno é uma marca brasileira, também vendida nos EUA, que tem por objetivo não só fabricar produtos sem glúten, mas com valor nutricional elevado e ingredientes criteriosamente selecionados.

Sobre a mistura:

  • Vegana
  •  Sem glúten
  • Sem leite
  • Sem ovos
  • Sem soja
  • Sem corantes artificiais
  • Opção de preparo na máquina de fazer pão

 

Modo de preparo: além da mistura para pão você vai precisar de uma xícara de água morna, 5 colheres de sopa de óleo, 3/4 de colher se sal ou sal a gosto. Eu acabei fazendo na máquina de pão pela praticidade. Na embalagem sugeria usar a função pão rápido, mas não sei se ela é a mais adequada devido a massa ficar descansando apenas 10 minutos. Acho que ele teria crescido mais com maior tempo de descanso (ainda mais no frio aqui de Petrópolis).

Pão caseiro sem glúten Nutri Pleno/ na cozinha Pão caseiro sem glúten Nutri Pleno/ na cozinha

O que eu achei: uma das vantagens dessa mistura é já vir com fermento biológico, não precisando adicionar como a maioria das outras receitas. Em contrapartida a massa vem sem sal -o que acredito ser para não reagir com o fermento- por conta disso meu pão ficou meio sem sal devido eu ser uma anta que não sabe quanto é 3/4 o medo de salgar a receita.

Sobre a textura do pão foi com certeza a melhor que já fiz! (já testei 3, que serão assunto para próximos posts). A massa não fica seca, mas também não fica esponjosa. Não é o supra sumo da maciez, como já é de se esperar num pão sem glúten, ele é levemente massudo como pode ser percebido nas fotos, mas fica delicioso mesmo no dia seguinte, passando margarina e dourando na frigideira! Eu mesma não diria que não tinha glúten. Congelei em fatias e pela manhã era só passar manteiga e esquentar na frigideira.

*foto de celular

 

Aprovado!

 

Compraria novamente? Com certeza!

 

Onde encontrar: o meu é aqui da Bom sem Glúten.

 

Artigos Relacionados

"Dedico o trabalho neste blog, assim como toda a minha vida, ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e Reina para todo o sempre. Amém!"