Categorias: cabelos, Pergunta da semana Por Bia Munstein

Cabelo quebrado: Como cuidar, como evitar a quebra e como fazer com que ele pare de quebrar. São essas as dúvidas que vou tentar responder no post de hoje!

Cabelo quebradiço é um assunto muito complexo porque podem ser muitas as causas de quebra. Primeiramente quero separar quebra de queda, porque o que vamos falar no post de hoje é daquele cabelo que se parte ao longo do comprimento, caracterizando a quebra! A queda é quando o fio cai com raiz e tudo.

 

Pra saber mais sobre queda e quebra acesse o post que já dediquei ao assunto clicando aqui.

 

Definido o tema do post falaremos então sobre quebra!

dica_01b-848x350-660x330

O que causa a quebra dos fios? Acho que essa é a pergunta mais interessante que você pode fazer quando decide tratar seu “cabelo quebrado ou quebradiço”. São tantas as causas que eu também diria que esse é um dos termos mais complexos em tratamento capilar!

A quebra mais comum é causada pelo excesso de dano nos fios, ou seja, cabelos danificados são os que mais quebram. Isso porque o fio está fraco, “oco” por dentro, ressecado, e aí se parte com mais facilidade. Até mesmo porque um cabelo com esses danos perde também sua elasticidade natural, que garante que o fio literalmente “envergue, mas não quebre”. Aqui o dano pode ter sido causado por químicas, alisamentos (progressiva bate record de quebra de capilar), e pode ser causado pelo excesso de uso de chapinha, secador e babyliss que ressecam demais os fios. Chapinha e babyliss são sempre os maiores vilões.

Só nessa breve explicação eu já abri margem pra falar de mais duas possibilidades de quebra: Excesso de reconstrução e cabelo elástico. Quando você tem um fio danificado, e é uma pessoa maníaca assim como eu, quer encher o pobre coitado de reconstruções achando que essa é a melhor saída. Porém mesmo sendo um dos tratamentos mais importantes para os fios danificados, o excesso de reconstrução -em especial a queratina- é também muito prejudicial ao cabelo. Imagine que a reconstrução seja um cimento para os fios, se você cimenta demais ele fica muito rígido e quebra… Eu também já fiz um post falando sobre excesso de reconstrução aqui, porque passei por ela recentemente e também expliquei como resolver.

Indo pra segunda questão que seria o cabelo elástico, esse tipo de fio é tão, mas tão danificado que praticamente perdeu toda sua estrutura interna, se tornando mole e desmanchando feito um chiclete mascado enquanto molhado e depois de seco tão frágil que se parte até com o passar do pente (aliás pente é vilão de qualquer cabelo seco, viu? Evite! Cabelo seco se penteia com escova maleável e sempre com muito cuidado). O cabelo elástico necessita de todos os tratamentos, mas o mais urgente é a reconstrução e o uso de acidificante. Já dediquei um post inteiro sobre tratamento de cabelos elásticos bem aqui.

Pra finalizar, e não me prender demais a causa da quebra capilar em si, preciso falar que ela também pode ser causada por problemas de tireoide e até uma severa falta de vitaminas, que faz com que os fios fiquem frágeis e quebrando com facilidade.

Next…

Então como resolver o problema da quebra capilar, que acaba com seu crescimento (porque o cabelo cresce na raiz , mas você não vê porque ele quebra) e ainda por cima deixa seus fios horríveis cheio de toquinhos pelo comprimento?

  • Primeiro identifique a causa! Listei as principais acima.
  • Depois parta para o plano de ataque.

Caso 1- Se você detectou que seu problema é provocado por dano (faz química constantemente, descoloração, tintura, muita chapinha, babyliss, etc…), a saída é adotar um plano de recuperação capilar! Seu cabelo vai estar precisando de todos os tratamentos disponíveis, aplicados sempre de modo intercalado. Eu não gosto de chamar de cronograma capilar, mas você pode chamar assim se quiser. Você vai fazer hidratação, nutrição e reconstrução. Sempre intercalando a reconstrução com uma nutrição ou com uma hidratação para evitar excessos e rigidez. Ficou confusa? Veja o passo a passo certinho nesse post que fiz aqui sobre plano de recuperação capilar.

Caso 2- Mas aí você me diz que na verdade você já entupiu seu cabelo de reconstrução e ele fica cada vez pior… Amiga isso é excesso de reconstrução! A saída e ficar longe de todo produto que tenha queratina e se jogar na nutrição e na umectação. Novamente deixo o link do post que fiz sobre excesso de reconstrução e onde ensino a super nutrição para reverter o processo (lembrando que pode ser feito com os produtos que você tiver em casa, eu uso o que eu tenho e gosto). Não esquece da umectação que também é super importante pra reverter o processo!

Caso 3- “Bia, eu não faço químicas no meu cabelo, não abuso da chapinha e do secador, e mesmo assim meu cabelo ta fraquinho, fraquinho e quebrando a toa.” Amore, seu caso provavelmente é interno! Ou é genética que faz com que seus fios sejam muito finos e nesse caso você precisa ter mais cuidado ao pentear, ou você sofre de uma carência de vitaminas ou pior ainda sua tireoide está te sabotando. Procure um médico é o melhor conselho que posso te dar! <3

 

Gostaram?

 

Ai que saudade eu estava de escrever pra tag “Pergunta da semana”! Gosta de post assim? Tem dezenas deles clicando aqui.



Artigos Relacionados

Cintia

30 de novembro de 2016 - 19:11

Pois é no meu pequeno arsenal ,tenho reconstrutoras como sentiam penetrait,repair recue ,absolut repair,k pak joico ,e joico revitalux ! e meu cabelo nao para de quebrar …sempre intercalo com morte súbita ! Parei com o relaxamento a um ano,e vivo so de progressiva na raiz(onde tem guanidina nao passo) ,que alias foi a minha salvação… mas nao para de quebrar !!! Vou tentar agr nao pentear mais com pentes ,e ver se melhora…passou-se uma ano e minha franja ta enorme ,alias já sofri corte quimico nela,e msm assim se recuperou,já o cumprimento do restante do cabelo nao saiu do lugaar …

Bia Munstein

1 de dezembro de 2016 - 11:14

flor todas suas mascaras são reconstrutoras! da um tempo nelas…

ELISA

30 de novembro de 2016 - 17:41

adorei a dica

Beatris

30 de novembro de 2016 - 12:42

Boa tarde, xará! Parabéns pelo blog, sempre muito esclarecedor! Tenho uma pergunta sobre o assunto: a escova q já foi muito usada e fica com aquele aspecto amassado, pode quebrar os cabelos durante a escovação?
Frequento um salão em q as escovas são sofríveis, mas o cabelo fica muito bom após a escova, porém fico preocupada em estar quebrando meu cabelo! Bjs!

Anônimo

13 de dezembro de 2016 - 12:49

Bia Munstein

14 de dezembro de 2016 - 18:01

eu não acho que isso tenha nenhuma relação com quebra não… vai mais do jeito que o profissional escova (tem uns que saem arrancando o cabelo quando embola sem dó)

Beatris

22 de dezembro de 2016 - 10:37

Então vou desencanar…rs

Alana

30 de novembro de 2016 - 11:47

Bia bom dia! Acho que estou sofrendo com este problema agora rs Queria tirar uma dúvida com você: A máscara Sebastian Penetraitt é mais hidratante ou mais reconstrutora? Para hidratar o cabelo é melhor a sebastian penetraitt ou a sebastian hydre? Obrigada! 😀

Anônimo

30 de novembro de 2016 - 6:17

Bia o meu cabelo está muito fraco e com muita ponta dupla, tem algum finalizador que você me recomenda pra cuidar das pontas e da quebra?!

Bia Munstein

1 de dezembro de 2016 - 11:15

amo o sealed ends :)https://www.euvouderosa.com/2014/06/repair-rescue-sealed-ends-a-salvacao-das-pontas.html

"Dedico o trabalho neste blog, assim como toda a minha vida, ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e Reina para todo o sempre. Amém!"